27 de setembro de 2013

Aniversário de Casamento + Tag Divertida

Boa tarde queridas.

Muito obrigada a todos que desejaram parabéns ao papi e também a todas que elogiaram a história de superação deste homem.

Hoje é aniversário de casamento dos meus pais...

PARABÉNS AO CASAL MAIS LINDO DO MUNDO.

Meu nego e minha Lora!



Respondendo TAG Divertida

Eeeee agora respondendo a Tag que a linda, fofa e querida Eliana do blog "Comprando nosso apê" me mandou

As regras são:
Indicar 5 blogs e avisá-los
Thaylaine - Doce Dia
Jéssica - Comer, orar e amar
Gracielle - A dor e as delícias do casamento
Katreen - Coisas da Kathy
Tati - Seremos um

Se eu fosse um mês:
Dezembro, amo dezembro...tem luzes e festas!

Se eu fosse um dia da semana:
Sexta...meu dia favorito. Sexta tudo é festa.

Se eu fosse uma hora do dia:
20h, quando começa a noite...amo noite.

Se eu fosse uma estação do ano:
Primavera, a estação mais linda e romântica. E já ta calor...amo sol.

Se eu fosse um planeta:
Saturno...todo enfeitado...amei.

Se eu fosse uma direção:
Norte...pra frente...pra cima

Se eu fosse um móvel:
Sofá...eu amo meu sofá...moraria nele...rss

Se eu fosse um pecado:
Vaidade! Sou muito vaidoso...peruuuuuua

Se eu fosse um sentido:
Olfato. Amo cheiros.

Se eu fosse uma pedra:
Diamante vermelho. Caro, raro e apaixonante...huahauahua...momento sissi

Se eu fosse uma planta:
Oi? Planta? 

Se eu fosse uma flor:
Seria uma rosa..delicada, linda...huhauahuahaua momento sissi 2

Se eu fosse um clima:
Clima de verão...uhull

Se eu fosse um prato:
Seria uma massa.

Se eu fosse um instrumento musical:
Piano...amo piano. 

Se eu fosse um elemento:
Fogo! É lindo, é essencial, mas queima.

Se eu fosse uma cor:
Rosa...I think

Se eu fosse animal:
Um leão...o rei da selva

Se eu fosse um som:
Seria o som de um piano.

Se eu fosse um sentimento:
Amor!

Se eu fosse um lugar:
Seria uma praia.

Se eu fosse um sabor:
Doce.

Se eu fosse uma palavra:
Amor!

Se eu fosse um objeto:
Um quebra cabeça

Se eu fosse uma parte do corpo:
Um sorriso...bem lindo

Se eu fosse um número:
5

Se eu fosse símbolo:
Infinito

Se eu fosse uma música:
Paciência

"A gente espera do mundo, o mundo espera de nós...um pouco mais de paciência"

Bom final de semana lindas.

Acho que amanhâ vou no meu apezinhoo, segunda conto tudo.

Beijooos

26 de setembro de 2013

Aos olhos do pai - o dia é dele!

Bom dia coisas fofas de mi vidaaaa,

Hoje é um dia muito, muito especial...hoje é o dia DELE, o homem, mais icrível, maravilhoso e bondoso que há no mundo. Eu sei que este é um blog de casamento, mas eu não estou falando do Dé. Apesar de eu ter encontrado meu príncipe, na minha vida sempre existiu e sempre existirá um REI!

Sim, hoje é o dia do homem que eu tenho o prazer e orgulho de chamar de PAI. Peço, então, licença para vocês, pois sairei do tema central do blog a fim de falar um pouco deste homem honesto, bondoso, trabalhador, guerreiro e tudo de mais lindo no mundo... e sobre a relação mais linda que eu já vi  Espero que através do exemplo deste homem possa encoragar alguma de vocês que estejam passando por um momento complicado.

Contando um pouco sobre meu pai, ou sobre o "Ti" (o chamo assim porque ele é meu Titico, desde pequena). Seu Wagner é o filho mais velho dos cinco irmãos. Minha vó uma baiana que foi roubada de sua família e vendida pra trabalhar em SP e meu vô, um sergipano trabalhador, que veio pra cá em busca de sonhos. Meus avós eram pessoas muito boas, mas meu vô tinha problemas com alcolismo. Como meu pai era o filho mais velho ele teve que assumir as rédias da situação, cuidar e ser um exemplo em casa, desde cedo. Esse, pra mim foi o primeiro ato louvável que ele fez, a bíblia nos manda: "honra teu pai e tua mãe" independente de como seja seu pai o sua mãe. Eu sempre me emocionei com a forma que meu pai tratava seu pai, eu era pequena ainda, mas lembro de meu pai várias vezes tendo que ir buscar meu vô bêbado e cuidar dele e, mesmo naquela situação deplorável, ele nunca ergueu a voz para o pai e jamais deixou de cuidar dele.

Aos 23 anos ele casou com a mami e como eu já relatei aqui, minha mãe não podia ter filhos e eu fui um milagre. Acontece que quando uma coisa boa vem na nossa vida ás vezes tuudo ao nosso redor desmorona, não é mesmo? E quando eu nasci foi o pior momento financeiro que a gente passou, a situação apertou tanto que papi, pra nos sustentar, foi trabalhar de camelô, sim, ele foi ser vendedor ambulante porque precisava, ao menos, dar comida pra uma mãe e um bebê,  isso nunca foi vergonha pra mim, foi sempre um orgulho saber que meu pai é um homem trabalhador que sempre se virou pra nos manter. O ti diz que a forte relação entre nós nasceu desde o primeiro olhar na maternidade e que, apartir dali, eu o dei forçar pra lutar por tudo. E como meu pai sempre diz: nós três juntos somos mais fortes e esta força nos ajudou a superar tudo. Passamos muitos perrengues na vida, coisas que vocês não fazem ideia. Por isso, toda vez que vocês me virem aqui falando em festa dos sonhos não sei onde, que quero comprar meu vestido em Nova York, que quero viajar pra não sei onde pra fazer não sei o que, não pensem que eu sou uma patricinha mimada, porque eu tenho uma história e eu carrego comigo quem eu sou e de onde eu vim.

E juntos nós fomos conquistando as coisas, meu pai se formou, fez pós e MBA tudo depois de casado e com filho, aliás quando ele se formou eu já devia ter uns 9 anos, pois me lembro bem de ficar deitada na sala fazendo companhia a ele enquanto ele escrevia a monografia. Comprou a primeira, a segunda e a terceira casa também depois de casado. Portanto queridas e vocês ou seus futuros maridinhos não conseguiram realizar-se plenamente antes do casamento, não percam as esperanças, sejam o apoio um do outro porque sempre dá tempo das coisas mudarem. O tempo passou, a nossa parceria em casa só aumentava, sempre fomos um time imbatível, um apoiando o outro. Então, chegou o tempo de Deus mudar a nossa sorte e ai vem outra característica fundamental no caráter do Ti, a humildade, foi com muita humildade que ele conseguiu agarrar a oportunidade que mudou nossas vidas. Naquela altura ele já tinha se formado e foi contratado para um cargo administrativo x de uma empresa, mas quando ele chegou lá a querida chefe dele desprezou o neguinho e pediu pra ele carregar caixas do estoque pois a função era melhor pra ele...debochando meeeesmo. O fato é que se Deus tem alguma coisa pra fazer na sua vida ele fará...não tem nada nem ninguém que possa impedir. Os anos se passaram e nós crescemos como time e o pai cresceu como profissional, um dia ele recebeu uma proposta para trabalhar na empresa alemã que ta hoje e teve que deixar a outra posição, saindo de lá como chefe do chefe do cheefe dessa mulher que o desprezou.

Essa história eu só contei porque vejo muitas de vocês tristes que as coisas não estão dando certo, que os sonhos parecem distantes, que tudo ta tão difícil. Mas eu digo confiem nesse Deus que tudo é capaz, que é poderoso para mudar toda e qualquer história e não deixem de lutar...se a porta se fecha de um lado, procure um outro caminho, mas não deixe de tentar, não desista, não pare não se acomode.

Pela minha vida eu vi o exemplo que meu pai foi para as pessoas ao seu redor, um homem admirado por todos que o conhecem. O ti é, praticamente, uma figura pública por aqui...rss. Só conviver com ele já seria um prazer imensurável, mas Deus me deu o privilégio de chamar a melhor pessoa que eu conhço de PAI. Isso não tem preço e eu não tenho como agradecer a esse Deus por tamanha graça.

O meu pai me inspira a ser uma pessoa melhor e ele diz o mesmo sobre mim. Essa relação é tão linda que eu digo: pai você foi alguém que Deus enviou pra demosntrar o amor dele por mim, foi através da sua vida que eu entendi o amor do Pai, porque o seu amor me faz tão segura que eu posso me deleitar no amor de Cristo. E se esse amor que me levou a confiar em Deus, também me fez acreditar em mim. Eu nunca tive problema de autoconfiança, sempre fui segura emocionalmente, pessoalmente e profissionamente. O amor do meu pai me faz acreditar que eu posso tudo e que nada pode contra mim. Certa vez, um rapaizinho tentou me humilhar, jogando na minha cara palavras de ofenças e eu disse:

"O que você diz sobre mim não me importa, o meu pai diz que eu sou uma princesa e ele não mente pra mim. Portanto, eu acredito no que o meu pai diz!"

Essa confiança me fez ser plena em tudo que sou e se você não teve um pai presente saiba que todos nós temos um Pai e que pra ele você é uma princesa e nada nem ninguém pode te ferir. Ok?

Bem, sucintamente, sou grata por conviver de forma tão ítima com a pessoa que expressa a essência de Cristo na Terra!

Falei demais povo...mas é isso.






A confiança tá fluindo,

Eu gosto do que estou sentindo
O meu sorriso não disfarça,
Quando se quer alguma coisa a gente abraça
Eu mergulho em queda livre,
Com você crio coragem.
Aceito qualquer desafio,
E qualquer coisa na bagagem.
Eu confio em você,
De olhos fechados posso ver,
Honestidade, em um ser humano.
Tá difícil de encontrar,
Hoje em dia igual a ti.
Considere-se a pessoa mais linda do mundo...
O sorriso mais lindo...
O olhar mais sincero...
O meu porto seguro...
A pessoa mais linda do mundo... 
VOCÊ É O CARA!



Ah quanto ao meu desabafo, faz parte nem todo mundo é obrigado a gostar de mim. Quero, no entanto, agradecer, publicamente a Luiza, a Eliana, as Jessicas, a Vanessa, a Polly, a Bárbara e a Iara pelo apoio quanto a isso e a todas as outras que mandaram recadinhos fofos. Meninas vocês são umas queridas. Tenham certeza que ganharam uma aliada e uma apoiadora do sonho de vocês.

Milll desculpas pelo post longo e tão emotivo. Espero que tenham gostado de conhecer o Ti.
Prometo falar de coisas menos emocionais.
Mil beijos!

24 de setembro de 2013

Festival da Noiva - O que rolou

Boa tarde noivinhas mais lindas do Brasil.

Dia nublaaaado em Sampa viu.

Hoje vim contar um pouquinho do que eu achei do festival da noiva, que aconteceu no Blue Tree Tower Anália Franco, neste último domigo. Alguma de vocês estava lá???

Bem esse foi um evento bem pequeno, ainda menor que o Wedding Outlet, não sei se alguma de vocês também foi. O Wedding Outlet, que aconteceu no Gardens, era um evento mais requintado, com fornecedores de primeira linha, tudo encantador, mas com o preço nas altuuuuras. O Festival da Noiva, em contraponto, já tinha fornecedores beeem mais acessíveis, no entanto a qualidade de alguns deixava a desejar. Pra mim, contudo valeu a pena ter ido por três itens: banda, topo de bolo e assessoria.

Falando um pouco sobre os itens.

Foto e vídeo

Havia três expositores e pareciam muito bons. Como quem vai fazer isso no meu casamento é a empresa do meus primos não me preocupei em olhar. Quem tiver interesse eu passo o contato dos meus primos.

Vestido de Noiva

UÓ! Coisa horrenda...nem vou comentar mais...passou loooonge do sonho de princesa.

Dia da Noiva

Só tinha o Jacques Janine..acho que é lá que vou fazer porque é confiável.

Decoração

Havia duas empresas de decoração. Uma era uma paisagista, faz um trabalho liiindo...pra quem quer casamento estilo rústico ela tem ideias ótimas, trabalha com flores raras e com suculentas...um charme, o preço tava dentro da média do mercado. Não me encantei por ela porque quero uma coisa beeem tradicional e não é o estilo dela.
A empresa chama-se Di Maria #superindico
http://www.dimariapaisagismo.com.br/

A outra decoradora era a Festa e Fuzue, que tem uma decoração bem simples, mas bonita e acessível. Quem ainda ta procurando decoradora e ta com o budget apertado vale a pena entrar em contato. O trabalho deles parece bem feito e o preço é muuuito bom: Decoração da igreja R$1.700,00 e para a festa R$2.400,00.
http://www.festaefuzue.com

Mágico

Gente tinha um mágico lá...tudo de bom. Ele faz atrações para os convidados antes do jantar. Uma graaaça. Pra mim no entanto, é um gasto secundário. Mas pra quem quer algo diferente vale conferir.
http://www.magicokaio.com/

Alianças 

A empresa de aliança que estava la era a Amor Infinito. Tem alianças liiindas...gostei muito. A mais cara que vi era R$3.000,00 o par. Barato em vista das joalherias famosas.
www.amorinfinitojoias.com.br

Agora vamos aos itens que eu gostei pra valer.

Topo de bolo

Gente, asim como a Jessica disse no blog dela, eu também não simpatizo muito com os noivinhos de topo de bolo. Achei essa opção ótima, por isso. A Erica, da empresa Hikari, faz um topo lindo com as iniciai do casal.
  



Eles custam aproximadamente R$150,00. Ainda não pesquisei topo de bolo pra saber a faixa de preço, mas achei bonito.
http://www.hikaripresentes.com.br/

Coral, Orchestra e Banda

Se tem uma um orçamento que quando chega eu pulo de susto é o de música. Oh coisa cara. Teve um coral que me mandou um pacote "simples" de R$12.000,00!!! Oi??? Não eu não quero André Rieu no meu casamento...são só 4 músicos. Ai eu descobri que este coral cantou no casamento do Naldo ontem ai eu "também Aline olha o que você quer". E além dessa facada pra cerimônia as bandas de festa tão se achando a Ivete Sangalo né povo...purfa.
Maaas lá no festival estava o Coral e Banda ND...unindo tudo que é de bom num preço justo. Eles não são mega conhecidos, mas são ótimos. O Naldo, dono do grupo é uma simpatia e olha você pode anunciar que na sua festa vai ter show do Naldo...só cuidado para os convidados não desistirem de ir a festa...rss
Para a cerimônia eles tem pacotes de diferentes tipos...eles tocaram lá e foi emocionante. Ele ainda disse que consegue o meu tão tonhado piano acústico de calda branca por um precinho camarada ;-), já que pra cerimónia eu queria piano e cordas e uma trompetinha pra anunciar minha chegada. Baicamente eles cobram R$350,00 por músico...achei o preço ótimo. Para a recepção ele me sugeriu um quarteto de cordas...adorei a ideia.
Para a festa eles também tem banda que vão de 6 a 9 mil reais. Ele disse que se eu quiser fechar tudo ele faz um descontão.
Confiram o ND.






Só tem um probleminha gente, como já comentei boa parte da família do Dé é de Londres e ele foi alfabetizado em inglês, e os cantores de banda, normalmente, não tem a pronuncia muito boa...imagino eles se revirando com as palavras erradas. O que eu faço?

Assessoria

Essa foi o achado da noiteee. Eu acho que assessora tem que ser mais que uma profissinal, ela tem que interagir com a sua história, ela tem que captar a essênca do seu casamento, ela tem que pensar em cada detalhe como se fosse o casamento da irmã ou da filha dela. Eu quero alguém que faça com esse carinho, com essa dedicação. E com esse profissional não adianta só preço...tem que ter EMPATIA.
E foi isso que aconteceu com a Camila...nós nos "apaixonamos". Não porque ela me mostrou um catágo de serviços botito ou falou de casamentos bem sucedidos, mas porque ela entendeu o que eu quero traduzir no meu casamento.
Enquanto conversávamos com a Camila o ND começou a tocar e minha mãe chorou...meus pais estão super emocionados, então mami começou a falar de mim, o quanto era importante aquele momento, o quanto ela quer que tudo seja lindo, e que Deus sempre honrou minha vida e que também vai honrar esse momento. Ai conversa vai, conversa vem eu também chorei...contei várias coisas da minha vida e eu falei que meu casamento tem que ser a tradução do que Deus fez nas nossas vidas! É isso que eu quero...e a Camila chorou..e foi tão sincero, tão verdadeiro...a gente passou horas conversando. Ao chegar em casa ela nos mandou um recado lindo dizendo que a Gente tinha uma luz incrível, que tinha sido tocada pela nossa história, que aquilo era resposta de Deus na vida dela e que ela não queria falar de negócios conosco...ela queria falar sobre as coisas que Deus faz...e eu achei isso lindo. E gente eu trabalho com negociação, eu sei separar emoção dos negócios, não me deixo enganar por gente que tenta "encantar" o cliente...sou muito fria com isso. Mas tem uma coisa que não mente: o verdadeiro brilho nos olhos. E eu vi isso na Camila um brilho nos olhos lindo.
Além de tudo ela é brava e exigente e eu vou precisar de alguém assim porque comigo não teeem moleza.
Ah ela disse que jamais poderia imaginar que aquela menina toda de rosa e com carinha de mimada ( infelizmente tenho cara de chata) fosse alguém com princípios tão bonitos...fiquei feliz.
E eu senti que é ela! Vou fechar ano que vem só, claro...ta longe, mas quero que seja ela!


Bem é isso...alguns adendos:

1 - Gente vocês acham válido compartilhar orçamentos? Eu orcei muuuuuita coisa...ás vezes pode ser útil. O que acham? Ou é indelicado?

2 - Gente o que foi o casamento do Naldo??? Festival da breguisse! Gasto demais, bom gosto de menos.

3 - Eu fico muitissísimo feliz pelo tratamento da maioria de vocês...vocês são lindas, já me apeguei a muitas e to aqui na torcida. No entanto, nem tooodas as noivinhas me tratam tão bem assim, algumas acho que não foram com a minha cara =/ isso me deixa um pouco triste.

Beijoooos gatonas.
Fiquem com Deus




20 de setembro de 2013

A história de nós dois - O Desfecho


Boa tarde meninas,

Vamos lá ao final da minha novela.

Então nós voltamos da nossa inesquecível viagem e quando chegamos ao aeroporto meu coração já apertava, minha passagem estava marcada para a próxima semana, eu tinha ganhado mais seis meses, mas eu tinha que voltar, meus pais não deixariam que eu ficasse e eu já tava matriculada para o próximo semestre da facul. O André, por outro lado, também não podia ir, estava no último período da facul dele bem na entrega do essay (monografia) e, além disso, a família dele estava lá né...não fazia muito sentido voltar. Aproveitamos cada segundo da nossa última semana juntos.

No dia de ir embora eu chorei um dez litros. Gente eu sentia que eu pertencia aquele lugar: meus amigos, minha igreja, meu amor...tudo tava ali. Se eu pudesse levar meus pais ficava lá pra sempre. Me despedir de tudo aquilo doia demais...e deixar pra trás aquela história de amor foi terrível. Eu embarquei pro Brasil numa terça feira às 7h da manhã. Naquele dia não dormimos, o Dé e o irmão dele ficaram no nosso quarto conversando, me ajudando com as malas. Antes de eu ir embora eu coloquei essa música para ele ouvir.


Faltava coragem para ambos em assumir um amor a distância...Os quatro foram me levar no aeroporto e foi uma cena de filme...aquela despedida de casal apaixonado que não quer se largar. Ficamos um dez minutos abraçados chorando até que anunciou a última chamada do meu voo, nos beijamos com toda paixão do mundo e eu entrei no portão de embarque. Ao olhar pra trás vi os ollhos dele marejados, me acompanhando pelo corredor. No entanto, eu parti e passei 12h de voo chorando...chorava e dormia, acordava, chorava mais um pouco e dormia. Cheguei no Brasil e tinha bastante gente me esperando no aeroporto, novamente uma festa me aguardava, só que agora com as cores verde e amarelo. Quando cheguei na casa da minha tia tinham 100 corações com o meu nome e cada um com uma mensagem e várias faixas com mensagens lindas. Eu tava muuuuuuuuuuuuito alegre em revê-los, mas não conseguia estar completamente feliz, tinha um vazio no meu peito.

Tudo estava igual
Como era antes
Quase nada se modificou
Acho que só eu mesmo mudei
E voltei!...

Eu voltei!
Agora prá ficar
Porque aqui!
Aqui é meu lugar
Eu voltei pr'as coisas
Que eu deixei
Eu voltei!...

Passei os próximos dias em pranto, não conseguia ficar 100% no Brasil, o tempo inteiro tava no skype, whatsapp, qualquer coisa. Eu ia pra faculdade chorava, voltava pra casa e chorava, ia jantar fora e chorava. Ai meu pai disse que eu poderia ir pra Londres no Natal e eu super me animei, mas o fato é que a história não fazia sentido e o pior a piriguete tinha bancado a arrependida e tava toda amiguinha do André. Decidi de uma vez por toooooooodas esquecer aquilo e tocar minha vida e assim o fiz. O André me ligava e eu não atendia, quando a Bia falava dele eu mudava de assunto, enfim fugia de tudo. Até que um mês depois que eu tinha voltado o André me mandou várias mensagens falando que era urgente e blá blá blá e eu não dava bola. Até que um dia ele me deixou um recado:

"Aline, estou tentando falar com você e você não atende, então terei que contar por aqui. Deu um problema no meu visto e terei que voltar pro Brasil. Chego ai na semana que vem?"

Coooooooomo asssim povo???? Me digam se era possível uma coisa dessa??? Eu quase cai do sofá quando li....absuuuuuuuurdo não??? O fato é que a faculdade dele errou e não emitiu o visto no prazo correto e ele teria que fazer a monografia a distância. E ele voltou e pra completar a obra, como os pais dele continuaram lá ele veio morar com a vó, minha vizinha, ou seja, EU CONHECI O MENINO EM LONDRES E ELE VEIO MORAR EM FRENTE A MINHA JANELA, exatamente, da janela do meu quarto eu vejo a varanda dele. Fala se eu posso com isso?

E ai fomos felizes para sempre? Não! Ele voltou e eu banquei a durona, orgulhosa e nem dei muito tchum e pra piorar tudo, pra chutar o pau da barraca, pra tirar qualquer ser humano do sério a infeliz daquela piriguete de araque, da santinha de quinta categoria resolveu vir pro Brasil passar uns dias e ver o """amadinho""" ahhhhhhhhhhhhhhh gente era muita cara de pau, eu queria matar a infeliz, ela voltou pra aterrorizar minha vida, me mandou um recadinho do tipo: eu venci, todos me aceitaram de volta. Ai ela o chamou o André pra ir pra praia com ela e uns amigos, o tonto foi, e ela, iclusive me mandou fotinho. Não demorou muito para todos descobrirem maiores armações da piranha, ela voltou pra Londres e ninguém, até hoje, quer vê-la pintada de ouro. O fato é que o André se machucou de novo e veio me procurar Minha resposta? " Bem feito meu filho, levou na cara pra largar de ser besta, agora me erra...beijooos tchau.

Eu fiquei sem falar com ele alguns meses...eu jurava nunca mais perdoá-lo, sabia que a volta dele estava sendo complicada, mas não dei a mínima bola e toquei minha vida. Mesmo revoltada, não perdi o temor a Deus e um dia eu tava orando e senti no meu coração " o André vai te procurar, esteja pronta pra receber", eu fui dormir, quando acordei tinha uma mensagem dele no meu celular "Aline eu queria conversar com você". Eu aceitei conversar, ele veio aqui em casa e abriu o coração, falou sobre tudo que viveu, o quanto tava sofrendo, me pediu perdão...ele tava tão mal que dava dó e, então eu o perdoei e voltamos a ser AMIGOS, aos poquinhos é claro.

Eu não o condenei por voltar a dar bola pra safada porque eu descobri algo muito grave: eu usa de um espírito malígno de sedução. Já acabou com namoro, já seduziu homem casado, já seduziu homem mais velho e tudo que vocês possam imaginar. E o Dé não ficou com ela de novo, quase...mas conseguiu enxergar antes...oremos por todos que cruzam o caminho dessa ai. Hoje ela mora nos EUA...e que lá fique.

Voltando a minha história esse período de amizade durou uns meses, mas aos poucos não podiamos conter toda a paixão que ficou guardada. Começamos a namorar, mas eu tenho que confessar que eu tinha perdido o encanto, e nosso namoro foi meio estranho...=/. Eu entrei em uma campanha no meu trabalho, eram seis meses de competição nacional por melhores resultados, os melhores colocados ganhariam prêmio e seriam promovidos e gente, eu sou muito workaholic e entrei de cabeção nessa competição. Eu trabalhava mais de doze horas por dia, tinha dia que eu chegava as 7h e ia embora meia noite e eu adorava aquilo, adorava meus clientes, adorava aquele "glamour" e o Dé tava na fase de entregar a mono e só estudava e, portanto, não compreendia minha rotina maluca, ele me combrava demais e aquilo era chato. Nosso relacionamento foi desgastando e eu resolvi terminar.

Janeiro foi o último mês da minha campanha, um mês muito difícil e o Dé se reaproximou de mim pra me dar apoio, sempre me mandava mensagens de apoio, sempre me motivava. No último dia da minha campanha ele me ligou pra orar por mim, pra pedir que Deus me abençoasse e me desse graça pra enfrentar aquele dia e o resultado? Gente eu fui a campeã nacional da competição, eu quebrei recordes, fiz mais que o dobro que o segundo lugar...foi fantástico e as primeiras pessoas pra quem eu liguei: meu pai, minha mãe e o Dé...

Na semana seguinte o Dé me chamou pra jantar, a gente foi no Ruella, que é um bistrô que imita vilas da Europa e ele escreveu um texto pra mim:

" A nossa história começou assim em cenário de conto de fadas, mas o fato é que a vida não é um conto de fadas, a vida não é feita de viagens, castelos e etc. O fato é que, na verdade, não existe príncipe, princesa, bruxa má. A vida real vai muito além disso, na vida real as pessoas trabalham, estudam, tem problemas, tem tpm...rs. A nossa história foi linda na fantasia, mas sucumbiu a realidade. Eu não quero mais ser seu príncipe encantado...hoje eu quero ser seu homem real, eu quero te ajudar nos teus sonhos, quero comemorar suas vitórias, te ajudar nas tuas frustações, quero compreender seus momentos e te apoiar em tudo. Eu também não espero mais que você seja uma princesa perfeita e intocável, só quero que você também esteja do meu lado pra tudo. Aceita estar do meu lado pra contruir uma história de verdade?"

Ai gente...foi a coisa mais linda. O meu conto de fadas foi lindo, renderam boas lembranças, amo nossa história, mas a parte mais bonita é a vida real. Hoje sim somos um casal de verdade, se aceitando, se apoiando e conquistando tudo JUNTOS...hoje eu não sou só apaixonada. Hoje eu o AMO...amo com todas as forças, com todo meu coração.

E, assim, termina, ou melhor,  começa nossa linda e real história. Esse ano foi a formatura do Dé em Londres e nós fomos pra lá reencontrar o lugar que nos uniu e foi SENSACIONAL!!! Antes passamos em Paris, num tempinho super romântico e tudo de boooooom. Confiram nossas fotinhos.

Ahh e esqueci de contar, a Bibica, nossa cupida, namora o irmão do André!!!!!


Nós e nossa cupida
Minha Formatura

Quarteto! Dé e eu, Bi e o irmão do Dé
                                       
Um Cruzeiro jantar que fizemos em Paris



Minha Foto favorita
                                   
London



London


London

Formatura do Dé




Espero que tenham gostado!
PS: Pra não escandalizar ninguém sim eu sou evangélica e quero casar virgem, em todas as viagens dormimos separadinhos.


Beiiiiijos Flores.



19 de setembro de 2013

A História de nós dois

Olá queridas,


Conforme prometido hoje vou contar minha história de amor, mas preparem-se a história é longa. Juro, no entanto, que vai valer a pena ta...rss.


Bem era uma vez papai e mamãe que não podiam ter filhos, mas eles oraram ao Papai do céu e Ele concedeu a benção de mamãe ficar grávida de mim, quando nasci colocaram meu nome de Aline porque significa “de linhagem nobre, princesa”. E assim eu fui criada com muito amor como a princesinha da família. Só que a princesinha cresceu, foi pra universidade, foi trabalhar e percebeu que o mundo não é tão encantado assim e que precisava ser gente grande para encarar os novos desafios da vida.


O ambiente farto de amor e afeto onde fui criada  sempre me fez feliz, mas eu precisava de um choque pra amadurecer e deixar de ser só uma menininha. Foi então que decidi que eu queria morar alguns meses fora do Brasil SOZINHA, fazendo tudo sozinha tendo que lidar com meus próprios medos e me superar nos mínimos detalhes. Quando dividi a ideia com os meus pais eles quaaase tiveram um treco, por mais natural  e comum que seja fazer intercâmbio para os meus pais me deixar ir pra longe sozinha era um absurdo. Imaginem eu sou totalmente dependente, meu pai não me deixa ir na padaria sem dar sinal de vida ele me liga três vezes ao dia, minha mãe controla tuuudo na minha vida, pra eles eu ainda era um neném. Todavia eu estava convicta de que esta experiência era o melhor pra mim e consegui convencê-los.Para unir o útil ao agradável eu iria para algum lugar de língua inglesa para estudar e aperfeiçoar o idioma e eu não tive a menor dúvida: queria Londres. Gente eu sempre ameeei Londres, uma terra onde existe uma família real de verdadeeee e é a mais importante do mundo, e assim planejamos a viagem. Nos meses que antecederam a viagem foi um chororo, meu pai em chooooque chorava por tudo, minha mãe preocupada com tudo “meu Deus você não sabe se virar, vai morrer de fome” e eu também fiquei insegura, como eu conseguiria viver sem tudo que é importante na minha vida, agora eu seria uma “”princesa”” sem um reino!!! Antes da viagem minha mãe fez uma liiiiinda festa de despedida pra mim toooda decoradinha com as cores do reino unido, foi  em um sítio em Atibaia em um dia de muitooo sol...uma delícia, um dia muuuito especial onde meus amores vieram passar um tempo para que nos próximos meses, mesmo sozinha eu pudesse me lembrar que tinha MUITA gente torcendo por mim.


Na semana que eu ia embarcar minha mãe encontrou uma vizinha nossa, que ela conhecia a muitos anos, e conversa vai conversa vem minha mãe contou que eu estava indo pra Londres e a vizinha disse que os filhos dela moravam lá, um morava há 18 anos e tinha um casal que nasceu lá, a outra morava morava há uns cinco e tinha três filhos, dois grandes e um pequeno. Ela passou o número e o endereço da filha e disse que qualquer coisas podia ligar, minha mãe, assim, ficou bem mais aliviada, sabendo que eu poderia contar com alguém. E no comecinho de 2011 eu parti para a terra da rainha, justamente na época do casamento real (por isso meu blog chama royal wedding e as cores do blog são azul e vermelho). Chegando lá o meu sonho se tornou um pesâdelo, gente fui morar em uma casa de família credenciada pela escola, mas o lugar era péssimo, juro parecia filme de terror...uma casa escura...oprimida...credo. A dona da casa era do Iraque e ela tinha um amigo sinistro, como ela era enfermeira dava plantões e passava madrugadas fora de casa e esse bendito amigo vinha bater na porta...fica me chamando, tirava foto de mim...eu morria de medo. Eu não sabia o que fazer se eu contasse para os meus pais eu teria que voltar no mesmo dia….e eu fui levando, mas fique muuuuito mal, comecei a entrar em depressão me sentia amedrontada, sozinha...ai era inverno lá e escurecia 15h...uma tristeza. Eu procurava ficar o maior tempo possivel longe daquela casa até que um dia ficou tarde demais e perdi o horário do metrô, então me vi sozinha, com frio, num ponto de ônibus escuro e comecei a literalmente gritar: “DEUS EU NÃO AGUENTO MAAAIS, NÃO DEU CERTO, EU NÃO CONSIGO, PAI SE O SENHOR NÃO FIZER UM MILAGRE EU VOLTO PRO BRASIL NA SEMANA QUE VEM”. Gente eu me arrepio só de contar, eu entrei no ônibus chorando e sentei ao lado de um rapaz com semblante tão sereno e me perguntou “por que você está chorando” e eu desabei “ to sentindo falta da minha família, dos meus amigos, do meu país” e ele me disse “ você acredita em Deus?” eu “sim”  e ele “então creia, em um mês tudo estará diferente em sua vida”...=0...um anjo! No dia seguinte peguei o telefone e liguei para a filha da vizinha e ela me disse para ir ao encontro dela e fui. Gente quando conheci a Marga parecia que ela era da família, a abracei e desabei a chorar “me ajuda eu não to aguentando”. E falando um pouco da Marga ela é médica, uma mulher incrível que foi trabalhar na áfrica como médica de projetos de emergência e depois foi pra Londres pra ajudar o irmão dela na igreja de lá, a família dela tinha uma churrascaria e administravam uma guest house, que seria uma espécie de hotel, mas pra quem fica um tempo maior, meses ou anos, ela e a família moravam na parte superior do hotel ela me mostrou tudo e eu amei. Ai ela me disse “olha eu não tenho quarto vago, mas tem um quarto bem grande que a menina quer dividir, por que você não vem morar aqui com a gente?” cooooomo assim povo sair daquela casa terrível que eu estava para morar numa guest house cheia de gente querida, com altos jovens, com uma igreja e ainda uma churrascaria do lado? Topei na hora. No dia seguinte eu já tava lá de mala e cuia feliz da vida.


Agora falando da minha companheira de quarto: fofa linda, simpática, amável, meiga...SÓ QUE NÃO...rrsss. A minha roomate era brasileira de nascimento, morava em Londres há 13 anos e sua mãe tinha casado com um inglês e morava afastada da cidade e como ela não se sentia mais em casa lá, resolveu morar sozinha. A princípio fiquei innn love por ela, ela me cativou em todos os sentidos, me comovi muito com sua história tinha certeza que seriamos grandes parceiras. Um dia fomos fazer jantar e os filhos da Marga apareceram pra comer conosco, os dois uns queriiiidos, o André, o mais velho estava com a camisa do São Paulo e eu tricoloor fanática já disse uhul encontrei meu parceiro de futebol. Ao voltarmos para o quarto minha amiguinha disse: então Li, sabe o André..eu gosto dele e ele gosta de mim...não namoramos ainda porque fiz um voto de um ano sem nenhuma distração na minha vida, mas assim que der esse prazo a gente finalmente vai ficar junto. Eu achei fofíssimo, fiquei feliz disse que eles combinavam e passei a ser a cúpida do casal. Eu que, graças a Deus, fui criada com valores e princípios JAMAIS trairia uma amiga. E eu e o Dé nos tornamos grandes AMIGOS, amigo mesmo, amigo irmão, sem nenhuma maldade, criei um carinho absurdo por ele e minha felicidade era que meus dois melhores amigos ali fossem um casal...eu os ajudava em tudo na relação. Ai a minha amiguinha me convenceu que o melhor amigo do Dé estava a fim de mim e bla bla bla ai eu acreditei e me apaixonei pelo tal menino e assim eramos um quarteto feliz...só que não outra vez. com o passar dos meses comecei a reparar algumas coisas estranhas na rapariga...aquilo começou a me transtornar...gente eu amava ela como se ela fosse minha amiga de infância...eu não queria acreditar que algo podia estar acontecendo. Foi então que no graaande evento do Casamento real do Will e da Kate me tornei amiga do terceiro anjo: a Bibica, uma carioca maluca gente boa até o último fio de cabelo, ela passou a frequentar bastante minha casa e me deu uma dica: Line, essa menina não me inspira confiança. Qual era a desconfiança? Que ela tinha alguma coisa com o menino que ela me fez gostar e, consequentemente, o melhor amigo do quase namorado dela. Gente ela tava me deixando louca ela deixava eu perceber algumas coisas e quando eu ia conversar com ela ela se fazia de vítima falava que eu tava louca, cega de ciumes, que nunca faria isso comigo nunca, nunca faria isso com o André. Um certo dia fui viajar com a Bibica, quando voltei, ela não estava mais em lá...a casa tinha caído...todo mundo havia descoberto o que eu não queria ver. Gente há mais de um ano ela tinha um caso com o menino, fazendo todo mundo de trouxa, traindo o Dé com o melhor amigo dele e me usando para ficar com o outro cara e não gerar nenhuma desconfiança. Meu chão sumiu, ela fez tanto mal que nem vale comentar, ela me roubou (literalmente) mas a primeira coisa que eu pensei foi: e o André?. O André tava destruído, disse que já não gostava mais tanto dela mas que não esperava isso..enfim nós nos unimos pra superar a dor, se éramos amigos antes a partir disso nos tornamos carne e unha.


Quando um coração que está cansado de sofrer,
Encontra um coração também cansado de sofrer,
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar.


E adivinhem quem veio morar comigo: Bibica...e minha vida mudou, eu, ela e o Dé nos tornamos o trio imbatível...fazíamos tudo juntos. Até que um dia ela veio conversar comigo e disse: amiga o que você e o André sentem um pelo outro é amor, a forma como vocês cuidam um do outro, o jeito que ele olha pra você, o ciúmes que você tem dele...isso é amor...ta na cara. Mas eu disse amiga para naaada a ver, somos amigos, apenas grandes amigos e é impossível termos alguma coisa eu to voltando pro Brasil em um mês e pouco, além do mais eu não queria ficar com o Dé para fazer revanchismo, não me rebaixaria a isso, mas o fato é que alguma coisa estava mudando em nós Minha mãe veio passar um mês comigo e ela também amooou o Dé, o apelidando de “ lindinho” (ele é pequeno..rs). Depois chegou meu pai pra passar uns dias, minha melhor amiga e tudo ficou uma bagunça. Antes de voltar pra casa, no entanto, eu queria fazer o clássico mochilão pela Europa, chamei a Bi e o Dé, ela não pode, mas ele aceitou. Depois que meus pais foram embora partimos de trem por ai.


A primeira cidade que fomos foi Amsterdam...tava chovendo o que nos fez andar agarradinho pra dividir um guarda chuva, estávamos cansados e foi muito corrido lá. De Amsterdã partimos para Brugge, na Bélgica, ai gente Brugge é lindo demais é muito romântico, na cidade tem até uns pontos marcados com um coração: os pontos dos casais apaixonados...sensacional. Foi em Brugge que resolvemos falar dos nossos sentimentos. Em uma pracinha medieval pouco iluminada o Dé me chamou pra conversar e abriu seu coração disse de tudo que tava acontecendo entre nós, mas disse que tava cansado de se machucar e que se envolver com alguém que estava prestes a partir seria sofrer ainda mais e concordei e, chorando, sugeri que continuássemos na amizade e assim preservaríamos o que havia de bom em nós. Dali fomos para Munich, minha paixão...ah Munich é fantástica em cada detalhe, de lá nós fomos para a cidade de Neuschwanstein, onde fica o castelo considerado o mais bonito do mundo….geeeente para tudo cenário da Disney lá (é o castelo da bela adormecida) e não existe cenário melhor para uma princesa e um príncipe que o castelo dos sonhos né? Naquele dia nos divertimos muuito e a gente percebeu que não poderíamos conter, aquilo era uma chance única de uma história única. De Munich fomos pra Praga e Praga gente é um absurdo, a cidade mais linda que eu já fui, e então no dia 09/08/11, na ponte Carlos um cenário impecável, aconteceu o primeiro beijo. De lá fomos para Berlim e em Berlim eu não quis saber da cidade só queria curtir minha história de amor...de Berlim de volta pra Londres e ai faltava apenas uma semana pra eu voltar pro Brasil e me separar do meu amor…=/


O que aconteceu depois vocês saberão amanhã...Deus preparou uma surpresa incrível.


No castelo 


Amsterdam





Munich


Praga - O dia D


Brugge



#continua


Aguardem cenas do próximo capítulo.


Beijooos


18 de setembro de 2013

Casamento do meu irmão

Olá queridas noivinhas.

Primeiramente, quero agradecer a todas que me mandaram boas vindas. Vocês são muito queridas, estou adorando isso aqui.

O tema do post de hoje seria minha linda e maluca história de amor, mas como este post será mais extenso fica para amanhã.

Hoje, portanto, mostrarei um casamento muito importante pra mim: o casamento do meu prirmão. Como eu disse na minha apresentação eu sou filha única, mas tenho muuuuitos primos e  fui criada com três deles que são como irmãos para mim.

Ele se casou com minha linda e querida cunhadinha em Novembro do ano passado. A cerimônia foi pela manhã e depois teve o almoço, no Sítio Portal da Serra. Apesar de eu não querer cerimônia de dia e também não querer sítio, eu achei tudo muuuito lindo.

As madrinhas, inclusive eu, estavam de chapéu, achei que ficou chiquérrimo e combinou muito com um casamento pela manhã. A cerimônia foi realizada pelo irmão do noivo, meu irmão também, que é pastor...nossa foi muito emocionante.

O espaço de cerimônia é muito bonito e a comida estava muito gostosa. É uma boa dica para quem quer casar em sítio. Espero que gostem. Enfim foi um dia especial pra mim...desejo felicidades a eles como desejo pra mim.









 E eu aproveitando o cenário



 Eu, irmãozinho mais novo e mami. Sim minha mãe é loira e ainda tem olhos verdes, mas é minha mãe...rss


Os padrinhos do noivo: meu irmão do meio, que fez a cerimônia, eu e irmãozinho, mami e papi e meus primos.


Minha bonequinha, gente ela é a minhaaaa cara...será minha florista.






Amanhã eu volto pra contar como e onde eu conheci o Dé e o porquê de meu blog se chamar "royal Wedding"

Muitos beijos.

13 de setembro de 2013

Prazer, Aline

Olá noivinhas da blogosfera,

Já vou avisando que sou digitalmente desatualizada e, portanto, terei dificuldades de mexer nisso aqui, mas conto com a ajuda de vocês para as engrenagens deste negócio.

Soooo let me introduce you...

Prazer meu nome é Aline, tenho 24 anos, moro em São Paulo, sou formada em Economia pela PUC-SP e amoooo ser economista ou que não significa que goste de números, trabalho com trade marketing e tenho aversão a mercado financeiro. Namoro o André há 1 ano, mas a nossa louca história começou há 2 anos e meio (uma novela que, em breve, contarei) sou I DO love my boyfriend e estou certa que ele é o homem ideal para contruir uma vida e alcaçar meus sonhos. Sou filha das pessoas mais incríveis e admiráveis do mundo, meus pais não podiam ter filhos, mas Deus em sua infinita grandeza os concedeu a benção de gerar euzinha, portanto sou filha única amaaaada, mimaaaada, paparicada, mas criada sobre rígidos valores e princípios. A coisa mais importante da minha vida é DEUS, muito embora eu tenha diversas críticas a religião, creio em Deus acima de tudo e frequento a igreja evangélica desde que me conheço por gente. Minha família é GIGANTE (tenho 60 primos!) e maluca, mas os amo de paixãaaao. Sou paradoxalmente paradoxal: uma menina romântica, apaixonada, toda princesa e muito decidida e absurdamente competitiva e segura no meio profissinal, sou, ao mesmo tempo a Alice e o Capitão Nascimento, sou apaixonada pela Disney e viciada em discussões sobre política e economia.

Bem, resumindo, essa sou eu. Ao poucos nos conheceremos melhor.

Há um mês e meio decidi que precisava começar a organizar as coisas do casamento e foi ai que descobri a blogosfera. Tudo começou com o blog da Priscila casamentoemsp.blogspot.com.br, que me ajudou muuuuuito porque ela cotou tudo que é canto de SP e publicou suas experiências e, assim, foi me dando várias ideias. Depois disso fiquei viciada em blogs de casamento.

A princípio só lia e comentava nos blogs, pois falta um tempo bastante considerável para meu big day que será lá pro fim de 2016, mas fiquei tão encantada com o clima entre as noivinhas que decidi fazer um cantinho para compartilhar algumas coisas que já tenho visto para o casamento.

No próximo post conto minha história para vocês.

Seguem algumas fotinhos para conhecerem mais de quem vos fala.

Beijooooos.